palavras, idiossincrasias, verbos
o imaginário de uma teuto-oriental tupiniquim

~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~


 
 

Quinta-feira, Setembro 06, 2001

 
 

~13:17~

sobre mário de andrade
estávamos na exposição uma viagem com anita no domingo e me deparei, claro, com um pouco da semana de arte 22. haviam poemas do mário de andrade espalhados em vários painéis. uma das coisas que mais gostei na expo...

estava com saudades de mário e de sua são paulo bendita e maldita...
fiquei devendo e posto hoje um poema bem relacionado aos meus ódios mortais
morte ao burguês-burguês!

a expo, nas palavras, do grande zé não é representativa. a idéia é interessante, mas a maioria das obras são de coleções... podiam ter pego coisas do mac, do masp, mas não...
tudo bem... poucos quadros, mas é bom reencontrar a malfati...

aliás.. uma viagem com anita totalmente oportunista...
a fonte do anita, reparada por cranium, é a mesmíssima da minissérie e a música que tocava na sala habitada pelas suas telas era... bachianas no. 4 do villa lobos - orquestra de câmara villa lobos - a mesmíssima da abertura da minissérie...

e ainda tive que apostar meu carro contra um quadro do zé que disse que eu chutei a música... não sou tão entendida assim... e nem sou mesmo... mas essa música tem uma história na minha vida... não me esquecerei dela jamais:
chorei muito ouvindo isso. desde o momento que ouvi o cd na loja. a primeira música do cd. coloquei e comecei a chorar. um choro contido, disfarçado... nunca isso me aconteceu ao ouvir uma música assim pela primeira vez. já tinha a bachianas no. 4 num cd da clara sverner, mas no arranjo da orquestra de câmara villa lobos e na interpretação dos moços não tem pra ninguém.

por kktanaka ~

 
 

 

 
 
~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~
Powered by Blogger