palavras, idiossincrasias, verbos
o imaginário de uma teuto-oriental tupiniquim

~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~


 
 

Segunda-feira, Setembro 10, 2001

 
 

~14:17~

almoço no tcp
discussão sobre a velha dicotomia mulher-homem
pm diz que discutir isso é perda de tempo e o mesmo que procurar o sexo dos anjos. tá é homem... mas o mais curioso é que só ele falou - e começou a discussão depois de uma provocação básica minha e de fá... a mesma velha teoria dos mamutes... saco
eu disse que os homens não podem ter sensibilidade de elefante. ele só entendeu que ter sensibilidade de elefante é a mesma coisa que grosseria no final. e concordou: homem não pode ser grosso. não ganha nada com isso.

mas ele diz que sensibilidade é coisa de mulher. e que homem é superficial mesmo... não dá pra procurar densidade e profundidade em homem que são todos rasos e superficiais...

bom... é fácil pra um homem aceitar isso? hmmmm não é hora de uma adaptação masculina à nova realidade?
ou mulheres são seres superiores mesmo e os homens não se incomodam em ser manipulados?
algo a se pensar. ou não...

eu ainda acho que os tempos mudaram. antes as mulheres precisavam dos homens pra trazer os mamutes pra caverna pra comer. precisavam também garantir a perpetuação de seus nobres genes. agora a gente só precisa da segunda parte e pra isso tem banco de esperma... é claro que a diversão é importante. mas mulheres não precisam mais do provedor...
me diz, então:
levando em consideração esta teoria rasa e superficial, dita masculina: se o homem não se adapta às novas necessidades femininas ele serve pra que? (além da diversão básica, é claro)
se alguém tiver alguma resposta inteligente e menos óbvia: mailme.

por kktanaka ~

 
 

 

 
 
~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~
Powered by Blogger