palavras, idiossincrasias, verbos
o imaginário de uma teuto-oriental tupiniquim

~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~


 
 

Terça-feira, Agosto 21, 2001

 
 

~15:47~

what a fucking crazy day:
[comentários ao longo do texto, entre colchetes]

Aos 26 anos, Hello Kitty arranja um namorado: Julius, o macaco

[[kraio, a gatinha é mais nova que eu e desencalhou!]]

No início, a relação foi turbulenta. Além das óbvias diferenças de temperamento (e, claro, de espécie) havia um choque cultural no bombástico namoro entre uma japonesa e um americano. Porém, com a ajuda de especialistas, Hello Kitty e Julius se entenderam, e já podem ser vistos juntos em público, em absoluta harmonia. O namoro entre a gatinha que virou ícone das crianças no mundo todo e o macaco alçado a personagem cult nos Estados Unidos já é oficial. A partir de setembro, o casal estampará dezenas de produtos, com preços entre 25 e 75 dólares.

O namoro entre os dois personagens - uma cuidadosa estratégia de marketing traçada em conjunto por duas empresas concorrentes - deverá gerar milhões em vendas e licenciamento de produtos. A Sanrio, companhia japonesa que criou a Hello Kitty, e a Paul Frank, marca de um cartunista americano de enorme sucesso, gastaram meses negociando os termos do negócio, revelado nesta segunda-feira pelo jornal Los Angeles Times.

A coleção de produtos, anunciada pelas empresas como "edição limitada", não é sobre o namoro - ao menos oficialmente. "É um relacionamento platônico. Eles são apenas bons amigos", diz Laura Takaragawa, da Sanrio. Mas é difícil negar que o envolvimento entre a gata e o macaco vai além disso. Nos desenhos, Julius aparece dirigindo uma moto com Kitty agarrada à sua cintura, e também é retratado mexendo num carro esporte dos anos 50, no melhor estilo James Dean, enquanto a gatinha espera no banco do passageiro.

[[eita preconceito sem fim, sô. que saaaco. não podia ser ele dirigindo um porsche alucinado, vermelhinho, vermelhinho... a hello kitty tem mó kra de motoristas]]

Choque cultural - A negociação entre as empresas também teve como pano de fundo as diferenças entre as características dos dois personagens. Afinal, o macaco Julius é conhecido somente nos Estados Unidos e não tem uma grande corporação como dona de sua imagem. O cartunista Frank criou o personagem baseado num boneco de meia que sua avó costurou, e passou a vender camisetas, mochilas e carteiras com ele. No ano passado, as vendas de produtos com Julius chegaram a 10 milhões de dólares.

Em contrapartida, as vendas da Sanrio, que detém a imagem da Hello Kitty, ultrapassaram 1,2 bilhão em 2000, e têm alcance mundial. Há lojas especializadas da marca em vários países, incluindo o Brasil, e já se perdeu a conta do número de produtos feitos com a imagem da gatinha. De aspiradores de pó a objetos de louça, passando até por acessórios automotivos, a Hello Kitty já colocou seu rosto em quase tudo.

[[ha ha ha. precisa dizer: mulher sem culpa pra frente brasil?]]

A união com outro personagem é inédita na história da gatinha, e faz parte de uma estratégia para conquistar as mulheres modernas. A avaliação da Sanrio é a seguinte: aos 26 anos, Kitty quer procurar novas experiências.

[[uhuuuuuuuuuuuuuuuu. não precisa comentar mto mesmo, ne? a hello kitty que acompanhou a nossa geração nos papéis de carta, adesivos, estojos de lápis, desenhos... nosso imaginário colorido, lisérgico... agora cresceu... tem namorado, anda de moto... wear prostitute red lipstick. enfim... "hello kitty has no mouth but yet she hmmmm, hmmmm, hmmmmm". 26 anos? considerando que suas primeiras fãs agora tem uns 30, são balzacas... realmente é uma idade legal para virar a mesa e procurar novas experiências... uhuuuuuuuuuu... só acho que ela ficar na garupa da moto e no banco do passageiro do carro, realmente não combina com seu jeito hello kitty atitude de ser... ela é uma gatinha de atitude, gentis!]]

Partida de tênis - Além das dúvidas "darwinianas" sobre a relação entre a gata e o macaco, a notícia da união causou polêmica entre os fãs dos dois personagens, que têm imagens diferentes. Apesar da fama entre mulheres de todas as idades, Kitty continua sendo um personagem infantil. Já Julius é mais conhecido entre os adolescentes, e tem um público mais alternativo.

"Foi um assunto delicado", admite Frank, que teve de negociar cada detalhe da colaboração entre as marcas com Yuko Yamaguchi, da Sanrio, em Tóquio. "Eles diziam: 'Kitty não faria isso', e eu respondia 'Bem, Julius também não." Um exemplo: numa ilustração sobre uma partida de tênis, Kitty aparecia derrotando Julius. Frank não aceitou a derrota do macaco. O resultado final, estampado em camisetas e mochilas, mostra a bola no meio da quadra, sem revelar quem está ganhando a partida.

[[hahahahaha. fucking american bastards! yes... frank would loose for hello kitty for sure!!]]

:: eu continuo chapaaaaaada
[ahhh. a notícia deu na veja. e foi enviada pela amiga suzete descontrol]

por kktanaka ~

 
 

 

 
 
~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~
Powered by Blogger