palavras, idiossincrasias, verbos
o imaginário de uma teuto-oriental tupiniquim

~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~


 
 

Segunda-feira, Agosto 13, 2001

 
 

~11:49~

de picasso a barceló

ontem eu e a tchurma fomos à mostra. pensamos que como era dia dos pais a fila estaria menor... estava menor, mas ainda assim demoramos um pouco mais de meia hora pra conseguir entrar nas salas... tinha muita gente pra ver os quadros... uma disputa e tanto... acho que o quadro com mais page view e time spent online foi um do salvador dali. como o povo gosta do dali, ne? não consegue entender picasso, nem miró, mas adoram ficar na frente daquela coisa surreal... where's wally?

bom... acho que só tinha um quadro do dali... não me dei o trabalho de procurar mais... fábio - que gosta de dali - chega pra mim e diz: "olha... vem ver seu desafeto"... mas eu gosto dessa fase inicial do dali. início do surrealismo - "a nível de desconstrução do universo para posterior reconstrução em outro modelo"... tudo bem... era legal... mas depois aquela coisa de um quadro por dia... muita repetição... um porre... acho de mau gosto até. o surrealismo ficou perdido em um lugar qualquer do passado e sobrou apenas aquelas cores pesadas, sombrias, umas pinturas meio hans donner demais pro meu gosto e ainda cheia de chifres de rinocerontes... blearght... repetição por repetição, eu prefiro mil vezes os símbolos marinhos recorrentes nas últimas fases de picasso

eu acho que ainda não tinha visto um miró, assim na minha frente. qdo fui à europa não fui à espanha... fiquei emocionada... a textura, as cores, as pinceladas... muito, muito diferente dos postais e reproduções que a gente está acostumada por aí... e eles estavam lá mal expostos... dois quadros enormes. um de frente pro outro com uma distância de menos de dois metros entre eles... não dava pra ter a distância certa pra ver os "pássaros" e as "mulheres"... puxa o espaço da pinacoteca é tão bom... eles poderiam ter reservado mais salas pra mostra...

eu to ficando muito chata também... a gente se acostuma um pouco com os quadros, cria uma certa familiaridade... aí vai ver de novo e não dá aquele barato... aquele gosto de descoberta...

mas tem um que eu adorei. "de somnis"... lindo.... de um azul petróleo magnífico... com uma abstração negra... um efeito de tridimensionalidade... duas cores muito próximas com vibrações próximas... a luz reflete e faz com que a gente tenha a sensação de que o quadro está na contra-luz - não diretamente iluminado. um sonho mesmo... lisérgico até...

tradução de sonhos... esse quadro é do ano passado... as pessoas que estvam lá não prestavam muita atenção nele... uma pena, mas entra praquela coisa de "nossas pequenas descobertas". tão gostoso...

e haviam outras coisas sobre sonhos... esculturas... "bigorna de sonhos"... muito interessante...

gostei também de uma instalação do barceló: "estudo das esculturas". bem, bem legal... e leia-se: estudo "das" esculturas e não estudo "para" esculturas.

bom... eu to ficando chata mesmo... quando a gente pensa que sabe alguma coisa começa a ficar chata e sem graça e o que é pior: pensa que sabe, mas não sabe porra nenhuma...

eu queria ser um pouco menos crítica as vezes. palavra. eu queria sim... um pouco menos crítica e um pouco mais criativa. a crítica atrapalha...

por kktanaka ~

 
 

 

 
 
~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~
Powered by Blogger