palavras, idiossincrasias, verbos
o imaginário de uma teuto-oriental tupiniquim

~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~


 
 

Quinta-feira, Junho 14, 2001

 
 

~13:37~

dia dos namorados

algumas conclusões outsiders do valentines day

(dedicado aqueles/as que não estão namorando
especialmente à Kelly,
minha amiga que não é traquinas)

:: contact list
a gente percebe quem não está namorando, olhando
pra contactlist do icq no dia 12.06 às 21h.
quem ficou é porque ou tá na lama ou porque tá na lama
- ou pq o namos ou a namos está enrolada/o e não pode
sair, ou vc tá trampando e não pode sair com o namos, ou...
principalmente: porque não tem namos!-

:: trânsito
o trânsito na cidade fica mais infernal do que em dia
de jogo
, mesmo passando na frente daquele quintalzinho
suspenso chamado palestra itália em dia de final de
libertadores da américa
.

:: só valoriza quem não tem
só realmente valoriza o dia dos namorados quem
não está namorando
, porque acha que tá na lama.
deprê total.

:: filas e esperas
fila de restaurante e metel. diz alguns amigos
-más línguas, más línguas...-
que a fila de metel no dia dos namos concorre
pesssado com a fila de metel no dia das secretárias
"tem que ter muita boa vontade pra trepar num dia desses"
-no metel, claro-

:: brigas
é um ótimo dia pra brigar com o namos ou a namos.
é uma coisa bem corriqueira... o casal vai lá...
combina de sair. alguém sempre atrasa por que estava
trabalhando, urinando e outros andos...
cumprimentos calorosos, até aí tudo bem...
-um atrasozinho de nada não vai atrapalhar a noite, né?-
"ahhh... mas você está tão linda..."
"nooossa essa blusa cai tão bem em você, que perfumado está"
-o amor é lindo como um cocô boiando n'água...-
entra no carro, trânsito pro restaurante, mas
ainda assim o amor é lindo... pensando no jantarzinho,
no vinhozinho, no saquezinho, na comidinha...
yesssssss. a comidinha
ahhh... e os presentinhos também, claro...

-os dois se conhecem quando acertam o presentinho
um pro outro. o amor é lindo!-

mas aí... de repente, não mais que de repente...
eis que surge o stress... o cara na frente
fazendo barbeiragem, o do lado te cortando,
fila dupla pra deixar o carro no restaurante
-e vc esquece de que está fazendo exatamente
o mesmo-
beijos daqui, amaços dali... o farol que abre,
fecha e ninguém move um dedo -no sentido
de dirigir o carro, que fique claro-

calma, muita calma neste momento...
alguns casais começam a discutir por aqui...
o mano raivoso qual cachorro espumante
já sai puxando briga com o moço do carro
do lado e já cai de porrada, ceirto mano?
enquanto a mina poposuda sai berrando
histérica na tentativa de tirar o mano
da briga... leva um solapo na cara,
mas como só um tapinha não dói, volta
pro carro quietinha...

pessoas mais civilizadas se não levam o trânsito
na boa, pelo menos fingem que está tudo bem,
lindo maravilhoso. o amor é lindo!

depois vem a espera no restaurante
as reclamações costumeiras com
o atendimento e a comida
espera pra tudo, fila pra tudo
e tem também a bebida
que ou ajuda a acalmar os ânimos
ou deixa tudo pior...
até a conta demora pra chegar, kraio

depois dessa só mesmo muitooo
espírito esportivo -ou muita fissura-
pra encarar a fila do metel

-blearghttt fila de metel
será que eles limpam as coisas direitinho
entre um casal e outro no meio da correria?
noooojo total-

:: conclusões
fora o mundo contribuindo para que
os casais briguem neste dia fatídico
os casais sempre esperam muito
dos parceiros...

sentimentos de incompreensão mútuos
alguns machistas, básicos
-dos dois lados-
outros de "reavaliação" do namoro
e a magia do romantismo vai privada abaixo
o amor é lindo?

:: pergunta
as pessoas realmente precisam de
um dia especial para mostrar seu amor
porque todo dia não pode ser especial
e amoroso?

é tão gostoso receber e dar um presentinho
sem data especial
uma comidinha despretenciosa ou não
um abraço, um beijo, um carinho

todo dia é dia pra amar
o amor é lindo!
no friozinho então...
cuidar, beijar, abraçar,
transar
o amor é lindo

mas o dia dos namorados
acaba banalizando isso tudo
isso sem levar em conta
a coisa de dordecotovelo de quem
não tem namorado que é dizer
que dia dos namos é puramente
comercial.

mas... no final... já diz a música
do tim maia:
"não quero dinheiro, eu só quero amar"

só quero amar
é... o amor é lindo

por kktanaka ~

 
 

 

 
 
~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~
Powered by Blogger