palavras, idiossincrasias, verbos
o imaginário de uma teuto-oriental tupiniquim

~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~


 
 

Quinta-feira, Maio 31, 2001

 
 

~18:25~

ode ao pus

sangra
ferida maldita
infecção
morna de
bactérias

microorganismos
rastejantes
borbulham
na crosta
de tecidos doentes

infames
misturas de
carne, sangue
e pus

amarelo
verde
marrom
negro

rastejante e
inflamado
ser maldito

ocre
ácido
cheiro de
morte

queime em
seu próprio
veneno
enquanto
sorri
seus lábios
cheios de fel
seus olhos
destilam a
última gota
seca e amarga

morra seco
esturricado
em seu próprio
ódio
cão raivoso

por kktanaka ~

 
 

 

 
 
~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~
Powered by Blogger