palavras, idiossincrasias, verbos
o imaginário de uma teuto-oriental tupiniquim

~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~


 
 

Terça-feira, Maio 22, 2001

 
 

~15:20~

lençóis e segredos

a cama da cela de meu
sonho era uma cama alta
como as de hospital

o cheiro asséptico do
lugar também

meus dedos, minhas mãos
amassavam e torciam o lençol
à procura de alguma coisa
que não sabia dizer o que era

havia mais alguém no aposento
comigo. um homem.
de terno preto.
sempre de perfil. não conseguia
fitar seus olhos de frente

ele tinha passe livre
-é o que parece-
nem sempre estava lá.

não tinha nenhum interesse
sexual por ele.
embora estivesse um bom
tempo sem sexo.

sentia-me observada por
ele -às vezes-
mas não tinha certeza
se sabia observá-lo

sabia que ele não poderia
me ajudar. mas aquela
figura de certa forma
me intrigava.

sua presença mudava
meus hábitos de certa maneira
ficava mais cautelosa
meu temor aumentava por um lado
diminuia por outro

tínhamos nossos segredos
quase não conversávamos
mas a sua presença me
aproximava do mundo,
ajudava a não esquecer
que não era a única

existia vida além dali
pessoas, outros pensamentos
sentimentos distintos.

era uma presença pacífica
sem grandes definições

por kktanaka ~

 
 

 

 
 
~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~
Powered by Blogger