palavras, idiossincrasias, verbos
o imaginário de uma teuto-oriental tupiniquim

~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~


 
 

Terça-feira, Setembro 12, 2000

 
 

~21:20~

minha adolescência:
Deixa Chover (Guilherme Arantes – novela Baila Comigo)

Certos dias de chuva
Nem é bom sair de casa, agitar
é melhor dormir
Se você tentou e não aconteceu valeu
Infelizmente nem tudo é
Exatamente como a gente quer

As pessoas sempre têm chance de jogar
De novo e errar
ver o que convém

Receber alguém
no seu coração, ou não
Infelizmente nem tudo é
Exatamente como a gente quer
Deixa chover ô ô ô
deixa a chuva molhar
Dentro do peito tem um fogo ardendo
Que nunca vai se apagar
Deixa chover
Deixa a chuva molhar
Dentro do peito tem um fogo ardendo
Que nunca, nada,
nada vai apagar.

por kktanaka ~

 
 

 

 
 
~ ? ~ kk ~ archives ~ bookshelf ~ lyrics ~
Powered by Blogger